16/06/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

China proibiu transações com Bitcoin fazendo o mercado retrair novamente – Resumo de Mercado

2 minutos de lectura
Nesta sexta-feira (24), mais uma repressão da China sobre as criptomoedas fez o Bitcoin e todas as demais altcoins caírem... O conteúdo China proibiu transações com Bitcoin fazendo o mercado retrair novamente – Resumo de Mercado apareceu primeiro em Cointimes.

Cerca de R$ 700 bilhões foram liquidados em 24 horas fazendo a capitalização do mercado de criptomoedas cair para R$ 10,3 trilhões (US$ 1,94 tri), segundo o CoinGoLive.

BItcoin retraiu para US$ 42.200 segundo o CoinGoLive e as demais altcoins também caem fortemente com o anúncio de repressão da china
Fonte: CoinGoLive.com.br 

 

China faz o Bitcoin retrair para US$ 42.219

O início da semana foi difícil para os touros bitcoin, já que o preço da criptomoeda despencou com os temores da crise imobiliária na China.

Leia também: Como a Evergrande impacta o Bitcoin: mais uma crise imobiliária pra conta

Hoje novamente a China tem destaque nos noticiários. Caindo quase 4% em 24 horas, o Bitcoin sofre com mais uma repressão ao mercado de criptomoedas pelo país asiático.

O Banco Popular da China anunciou em seu site nesta sexta-feira que todas as transações relacionadas à criptomoeda são ilegais. O BC da China prometeu reprimir as atividades ilegais de comércio de criptomoedas e proibiu as bolsas estrangeiras de fornecer serviços a investidores do continente.

“Todas as criptomoedas, incluindo Bitcoin e Tether, não são moeda fiduciária e não podem ser distribuídas no mercado”, disse o Banco Popular da China em nota oficial.

Afetados pela política, os tokens de várias das principais bolsas, que são principalmente de usuários chineses, caíram drasticamente. HT caiu 18%.

O que o banco central da China disse é apenas uma reiteração do que eles disseram em 2017, entretanto a notícia fez o Bitcoin cair 4,22% em um dia. Mesmo assim, o criptoativo está sendo negociado a US$ 42.000 – R$ 222.932 nas principais corretoras brasileiras – e sua capitalização de mercado caiu abaixo de US$ 800 bilhões.

Tradingview do Bitcoin mostra o candle retraindo
Gráfico do BTC/BRL, 1D, Binance – Fonte: tradingview.com

Altcoins sofrem mais que o BTC

A maioria das moedas alternativas tiveram trajetórias para baixo mais dramáticas do que o Bitcoin.

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (-8,22%), Cardano (-4,20%), Binance Coin (-7,93%), Ripple (-7,97%), Solana (-8,81%), Polkadot (-6,61%), Dogecoin (-9,16%), Avax (-8,83%), Terra (+2,54%), Cosmos (-6,68%) e Chainlink (-7,27%).

A capitalização de mercado acumulada de todas as criptomoedas caiu para US$ 1,94 trilhão desde ontem.