29/05/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Alto diplomata chinês pede que China e EUA consertem relações

2 minutos de lectura
PEQUIM (Reuters) – O principal diplomata da China pediu na terça-feira (2 de fevereiro) que Pequim e Washington coloquem as relações de volta em um caminho previsível e construtivo, dizendo que os Estados Unidos deveriam parar de se intrometer nos assuntos internos da China, como Hong Kong e Tibete. Yang Jiechi, diretor da Comissão Central […] O post Alto diplomata chinês pede que China e EUA consertem relações apareceu primeiro em Forças Terrestres - ForTe.

PEQUIM (Reuters) – O principal diplomata da China pediu na terça-feira (2 de fevereiro) que Pequim e Washington coloquem as relações de volta em um caminho previsível e construtivo, dizendo que os Estados Unidos deveriam parar de se intrometer nos assuntos internos da China, como Hong Kong e Tibete.

Yang Jiechi, diretor da Comissão Central de Relações Exteriores do Partido Comunista Chinês, é o líder chinês de mais alto escalão a falar sobre as relações China-EUA desde que o presidente Joe Biden assumiu o cargo.

Sob a administração de Trump, as relações dos EUA com a China caíram ao seu ponto mais baixo desde o estabelecimento de laços diplomáticos em 1979, quando ambos os lados entraram em confronto sobre questões que vão desde comércio e tecnologia a Hong Kong, Taiwan e Xinjiang, e o Mar do Sul da China.

Enquanto assegurava aos Estados Unidos que a China não tem intenção de desafiar ou substituir a posição dos EUA no mundo, Yang enfatizou que nenhuma força pode deter o desenvolvimento da China.

“Os Estados Unidos devem parar de interferir em Hong Kong, Tibete, Xinjiang e outras questões relacionadas à integridade territorial e soberania da China”, disse Yang, definindo-as como questões relativas aos interesses centrais da China e à dignidade nacional.

Falando em um fórum online organizado pelo Comitê Nacional de Relações EUA-China na terça-feira em Pequim, Yang disse que a China nunca se intromete nos assuntos internos dos EUA, incluindo suas eleições.

Yang, cuja posição no Partido Comunista no poder lhe dá mais influência do que até mesmo o ministro das Relações Exteriores, também pediu ao governo Biden que não abuse do conceito de segurança nacional no comércio.

“Nós, na China, esperamos que os Estados Unidos superem a mentalidade ultrapassada de soma zero, rivalidade entre as grandes potências e trabalhem com a China para manter o relacionamento no caminho certo”, disse ele.

Yang reafirmou que a China está preparada para trabalhar com os Estados Unidos para levar o relacionamento adiante ao longo de um caminho de “sem conflito, sem confronto, respeito mútuo e cooperação ganha-ganha”.

A palavra “cooperação” apareceu 24 vezes em seu discurso. Ele sugeriu que as empresas americanas poderiam lucrar com cerca de 22 trilhões de dólares em exportações para a China na próxima década.

FONTE: Reuters

O post Alto diplomata chinês pede que China e EUA consertem relações apareceu primeiro em Forças Terrestres – ForTe.
militar,militar