30/05/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Real, dólar ou peso: o que levar na sua viagem para a Argentina?

1 minuto de lectura

Até o dia 11, um real comprava cerca de 58 pesos, pelo câmbio oficial da Argentina. O valor já era alto, mas acabou parecendo até baixo três dias depois, quando um real passou a ser capaz de comprar mais de 70 pesos argentinos.

Brasileiros com viagem marcada para a Argentina ficaram com a ilusão de que a desvalorização os deixou mais «ricos». Mas afinal, qual a melhor moeda para levar para o país nesse momento?

João Victor Simões, especialista em operações internacionais da Blue3, explica: «Existe uma diferença entre o que é precificado em pesos e o que é precificado em dólares»

Segundo ele, experiências turísticas como passeios em vinícolas, visitas guiadas e hotéis mais conceituados vão custar mais caro porque são precificados em dólares, para atender os turistas.

Já passeios comuns, idas a restaurantes e compra de roupas podem ficar mais acessíveis do que no
Brasil, porque são precificados em pesos.
No melhor dos cenários, o especialista afirma que é bom ter as três moedas (real, dólar e pesos) para negociar e avaliar as melhores opções locais.

Antes de viajar, a dica é converter o menor valor possível para dólares ou pesos, somente para as despesas iniciais de quando se chega ao país.

Fuentes BR