22/07/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Prévia da confiança da indústria aponta para o maior nível do setor desde 2011, diz FGV

2 minutos de lectura

Resultado prévio da sondagem feita em outubro sinaliza avanço de 4 pontos do indicador. Alta reflete boa avaliação dos empresários quanto ao momento presente. Segundo a FGV, empresários da indústria estão confiantes com o momento presente; expectativa com o futuro também avança em outubro Governo do Paraná A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI), divulgada nesta quarta-feira (21) pela Fundação Getúlio Vargas, sugere que o setor pode ter alcançado seu maior nível desde 2011. De acordo com a sondagem, houve avanço de 4,0 pontos do indicador na passagem de setembro para outubro, alcançando 110,7 pontos. “Se o resultado se confirmar, esse será o maior valor do índice desde abril de 2011 (111,6 pontos)”, enfatizou a FGV. Indústria tem 4ª alta seguida em agosto, mas ainda não elimina perdas com pandemia, diz IBGE De acordo com a instituição, o crescimento da confiança nesta prévia decorre, principalmente, de melhores avaliações dos empresários em relação ao presente. O Índice de Situação Atual aumentou 5,9 pontos, para 113,2 pontos, enquanto o Índice de Expectativas avançou 2,2 pontos, para 108,1 pontos. O dado preliminar desse mês indica aumento de 1,7 ponto percentual (p.p.) do Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (NUCI), para 79,9%, o maior desde novembro de 2014 (80,3%). Com este resultado, o NUCI alcança o nível médio observado entre janeiro de 2001 e fevereiro de 2020 (79,9%), depois de 70 meses em patamar abaixo deste. Assista às últimas notícias de Economia:


Resultado prévio da sondagem feita em outubro sinaliza avanço de 4 pontos do indicador. Alta reflete boa avaliação dos empresários quanto ao momento presente. Segundo a FGV, empresários da indústria estão confiantes com o momento presente; expectativa com o futuro também avança em outubro

Governo do Paraná

A prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI), divulgada nesta quarta-feira (21) pela Fundação Getúlio Vargas, sugere que o setor pode ter alcançado seu maior nível desde 2011.

De acordo com a sondagem, houve avanço de 4,0 pontos do indicador na passagem de setembro para outubro, alcançando 110,7 pontos. “Se o resultado se confirmar, esse será o maior valor do índice desde abril de 2011 (111,6 pontos)”, enfatizou a FGV.
Indústria tem 4ª alta seguida em agosto, mas ainda não elimina perdas com pandemia, diz IBGE De acordo com a instituição, o crescimento da confiança nesta prévia decorre, principalmente, de melhores avaliações dos empresários em relação ao presente. O Índice de Situação Atual aumentou 5,9 pontos, para 113,2 pontos, enquanto o Índice de Expectativas avançou 2,2 pontos, para 108,1 pontos.

O dado preliminar desse mês indica aumento de 1,7 ponto percentual (p.p.) do Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (NUCI), para 79,9%, o maior desde novembro de 2014 (80,3%). Com este resultado, o NUCI alcança o nível médio observado entre janeiro de 2001 e fevereiro de 2020 (79,9%), depois de 70 meses em patamar abaixo deste.
Assista às últimas notícias de Economia: