30/05/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Klimov: ‘Exportar democracia’ é difícil para países com sistemas russos

2 minutos de lectura
S-400-Triumf
Sistema de defesa aérea S-400 Triumf

Avaliando a tentativa dos senadores americanos de proibir a venda de aviões militares avançados F-35 a países com diferentes tecnologias militares, incluindo os sistemas de defesa aérea russos, o senador russo Klimov apontou a intenção original de Washington, dizendo que seria difícil impor a ‘democracia’ em países com S-400

Respondendo às perguntas da imprensa sobre o assunto, o Presidente do Comitê da Federação Russa para a Proteção da Soberania Nacional, Andrey Klimov, afirmou que o projeto de lei dos senadores norte-americanos se baseava em razões comerciais e políticas.

Klimov, avaliando o projeto de lei dos senadores dos EUA para proibir a venda de aviões de combate a estados que compram sistemas estrangeiros e armas que representam uma ameaça potencial aos F-35s, especialmente os sistemas de defesa aérea e antimíssil S-400 russos, Klimov disse que o projeto era apenas direcionado na promoção dos interesses dos EUA no mercado de armas. Ele observou que as razões políticas também foram eficazes na decisão.

“Se com o tempo a Sérvia tivesse os complexos S-400, toda a frota aérea da OTAN teria caído no território da Sérvia. É difícil impor a ‘democracia’ em países com sistemas russos”, disse Klimov.

‘Especialmente não contra a Turquia’

Para o senador russo, o projeto de lei não é dirigido contra a Turquia em particular, mas por causa do impacto da expansão do mercado global de armas e antecipar a proteção dos interesses políticos dos EUA.

O site americano Breaking Defense escreveu que os senadores dos EUA enfatizaram a proibição da venda de aviões de combate a países que comprem sistemas e armas estrangeiras que representam uma ameaça potencial aos caças F-35, especialmente os sistemas de defesa antimísseis S-400 russos.

O sistema S-400 da Turquia foi testado pela primeira vez em 16 de outubro. Três mísseis foram lançados como parte do teste atingiram os alvos com sucesso.

S-400 lançando míssil 48N6E2

FONTE: Sputnik News

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *