28/05/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Embraer participa da GADLEX 2023, na Coreia do Sul

4 minutos de lectura
Companhia apresentará soluções para aviação comercial, defesa e mobilidade aérea urbana Seul, 4 de setembro... O post Embraer participa da GADLEX 2023, na Coreia do Sul apareceu primeiro em Poder Aéreo – Aviação, Forças Aéreas, Indústria Aeroespacial e de Defesa.

Companhia apresentará soluções para aviação comercial, defesa e mobilidade aérea urbana
Seul, 4 de setembro de 2023 – A Embraer participará da GADLEX 2023, na Coreia do Sul, apresentando ao mercado local produtos e soluções para aviação comercial, defesa e mobilidade aérea urbana. A exposição será realizada em Gumi, entre os dias 6 e 8 de setembro. A cidade fica localizada na província de Gyeongsangbuk-do, com a qual a Embraer assinou recentemente um Memorando de Entendimento (MoU) para promover a colaboração em diferentes setores da aviação, como atividades promocionais, assistência consultiva e oportunidades em projetos de infraestrutura.

Estamos honrados por fazer parte da GADLEX e por integrar o ecossistema aeroespacial coreano”, afirma Raul Villaron, Vice-Presidente de Vendas e Marketing e Head da Embraer Aviação Comercial para a Ásia-Pacífico. “A Embraer é reconhecida internacionalmente pela qualidade de seus produtos e por seu longo histórico de parcerias estratégicas de sucesso. Nas últimas duas décadas, a Embraer projetou, construiu, certificou e entregou 21 diferentes plataformas de aeronaves – um reflexo da excelência da Embraer em engenharia e inovação. Esperamos fortalecer nossa integração com toda a comunidade aeroespacial sul-coreana.”

A inovação é um dos pilares da Embraer. Em 2022, cerca de 50% do faturamento da empresa teve origem em inovações realizadas nos últimos cinco anos.

Desenvolvimento da Embraer na Coreia do Sul
O jato E190-E2 demonstrou ter capacidade técnica para ampliar a conectividade doméstica da Coreia do Sul. A aeronave tem autonomia para atender rotas de até sete horas, além da capacidade comprovada de desempenho em pistas curtas.

Em maio deste ano, o E190-E2 realizou um voo de demonstração em Gyeongsangbuk-do, com partida e retorno ao Aeroporto de Pohang. Com mais de 80 passageiros a bordo, o E190-E2 realizou um pouso simulado em pista curta no Aeroporto de Pohang, com extensão de 1.066 metros. O excelente desempenho em pistas curtas posiciona o E190-E2 como a única aeronave narrowbody que pode acessar pistas de 1.200 metros, como a do novo Aeroporto da Ilha Ulleung-do, que tem conclusão estimada para dezembro de 2025.

Em outubro de 2022, a Embraer assinou uma série de Memorandos de Entendimento com as empresas aeroespaciais coreanas ASTG (Aerospace Technology of Global), EMK (EM Korea Co.) e Kencoa Aerospace. O objetivo dos acordos é fortalecer a colaboração com parceiros sul-coreanos da indústria de defesa para o futuro fornecimento de peças para o Embraer C-390 Millennium. O C-390 Millennium está competindo no Programa Large Transport Aircraft (LTA) II, realizado pela Administração do Programa de Aquisição de Defesa (DAPA).

Além disso, em maio de 2021, a Embraer assinou contrato com a Aerodata AG (Alemanha) para a venda do Praetor 600, que será convertido em Aeronave de Inspeção de Voo. Após a modificação, o jato será entregue e operado pelo Ministério de Terras, Infraestrutura e Transporte da Coreia do Sul, pelo Escritório Regional de Aviação de Seul e pelo Centro de Inspeção de Voo local.

A Eve, empresa coligada da Embraer, está dedicada a acelerar o ecossistema de Mobilidade Área Urbana. Com mindset de start-up e apoiada pelos mais de 50 anos de experiência aeroespacial da Embraer, a Eve está adotando uma abordagem holística para o progresso do ecossistema de Mobilidade Área Urbana, com um projeto eVTOL avançado, com entrada em serviço prevista para 2026; uma ampla rede global de serviços e suporte; e uma solução única de gerenciamento de tráfego aéreo. Além disso, em 2021, a Eve também esteve envolvida no desenvolvimento de operações na Coreia do Sul.

A Embraer está comprometida em construir produtos, soluções e tecnologias para contribuir com a meta da indústria da aviação de alcançar zero emissões até 2050. A companhia pretende ser neutra em carbono até 2040 e atingir um crescimento neutro em carbono a partir de 2022. A empresa planeja implementar o uso de 25% de Combustível Sustentável de Aviação (SAF, da sigla em inglês Sustainable Aviation Fuel) em suas operações até 2040 e a utilização de 100% de fontes de energia renováveis até 2030.

Sobre a Embraer
Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer (NYSE: ERJ) tem negócios em Aviação Comercial e Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, fornecendo Serviços e Suporte aos clientes no pós-venda. Desde que foi fundada em 1969, a Embraer já entregou mais de 8.000 aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola em algum lugar do mundo, transportando mais de 145 milhões de passageiros por ano. A Embraer é a principal fabricante de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviços e distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa. Para mais informações, visite www.embraer.com.

DIVULGAÇÃO: Embraer

O post Embraer participa da GADLEX 2023, na Coreia do Sul apareceu primeiro em Poder Aéreo – Aviação, Forças Aéreas, Indústria Aeroespacial e de Defesa.
militar