30/05/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Caças J-10C e J-11B simularam caças Rafale e Su-30 em exercícios com o Paquistão

3 minutos de lectura
Os exercícios aéreos recentemente concluídos entre a China e o Paquistão beneficiaram ambos os lados, pois os pilotos chineses puderam aprender com as manobras e experiências de seus colegas paquistaneses, e os jatos de combate J-10C e J-11B da China puderam ser usados ​​para simular os caças Rafale e Su-30 da Índia em batalhas simuladas, […] O post Caças J-10C e J-11B simularam caças Rafale e Su-30 em exercícios com o Paquistão apareceu primeiro em Poder Aéreo - Aviação Militar, Indústria Aeronáutica e de Defesa.

Os exercícios aéreos recentemente concluídos entre a China e o Paquistão beneficiaram ambos os lados, pois os pilotos chineses puderam aprender com as manobras e experiências de seus colegas paquistaneses, e os jatos de combate J-10C e J-11B da China puderam ser usados ​​para simular os caças Rafale e Su-30 da Índia em batalhas simuladas, disseram analistas chineses no dia 4 de janeiro.

Com a última aeronave de transporte Y-20 transportando tropas chinesas retornando do Paquistão à China recentemente, os exercícios aéreos conjuntos Shaheen IX entre a China e o Paquistão terminaram com sucesso, informou a Televisão Central da China (CCTV) no dia 2 de janeiro.

Os exercícios conjuntos começaram em 7 de dezembro no Paquistão e duraram cerca de 20 dias, com a China enviando aviões de guerra, incluindo caças J-10C, J-11B, aeronaves de alerta antecipado KJ-500 e aeronaves de guerra eletrônica Y-8. O Paquistão empregou caças JF-17 e Mirage III, de acordo com o reportagem da CCTV.

O J-10C e o J-11B são muito adequados para simular os caças indianos em batalhas simuladas, disse Fu Qianshao, um especialista em aviação militar chinês, ao Global Times.

Muitos aspectos do jato de combate de tamanho médio J-10C, incluindo o tamanho, características aerodinâmicas, sistemas de aviação e armas e capacidade geral de combate, são comparáveis ​​ao Rafale de fabricação francesa, um tipo de jato de combate em serviço na Força Aérea Indiana, disse Fu, observando que o caça pesado J-11B tem aparência muito semelhante ao jato de combate Su-30 da Índia, mas com sistema aviônico superior.

A implantação de aeronaves de missões especiais chinesas, como aeronaves de alerta antecipado e aeronaves de guerra eletrônica, contribuiria para a melhoria das operações conjuntas em um sistema de combate integrado, acrescentou Fu.

Os Rafales da Força Aérea Indiana foram simulados no combate do exercício Shaheen IX
As forças aéreas de ambos os lados se concentraram em confrontos em grande escala, incluindo batalhas aéreas e uso de forças em massa e apoio aéreo a curta distância, disse a CCTV, observando que mais de 200 surtidas foram conduzidas por ambos os lados, com ambas as forças estimuladas a aprender uma com a outra.

Os pilotos chineses puderam aprender com as manobras agressivas e ricas experiências dos pilotos paquistaneses, concluiu Fu.

“Ao contrário dos exercícios anteriores da série Shaheen, desta vez implantamos amplamente forças de aviação e paraquedistas, e adicionamos cursos de treinamento orientados para o combate real, como treinamento marítimo, pela primeira vez”, disse Ding Yuanfang, um subcomandante de brigada da Força Aérea Chinesa, na CCTV.

Ambos os lados também implantaram unidades de operação especial, e a Aviação Naval chinesa também enviou aviões de guerra para os exercícios, informou a CCTV.

Fu disse que a Aviação Naval chinesa não envia aviões de guerra com frequência para exercícios conjuntos com um país estrangeiro, mas vem aumentando a intensidade do treinamento e mudando seu modelo de treinamento nos últimos anos.

Participar dos exercícios Shaheen-IX foi uma grande chance para a aviação naval chinesa aprender com as forças do Paquistão e melhorar suas capacidades de combate, disse Fu.

FONTE: Global Times

O post Caças J-10C e J-11B simularam caças Rafale e Su-30 em exercícios com o Paquistão apareceu primeiro em Poder Aéreo – Aviação Militar, Indústria Aeronáutica e de Defesa.
militar,militar