29/05/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bilhão para ampliar o Bolsa Família

2 minutos de lectura

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bilhão para ampliar o Bolsa Família

Segundo a instituição, 3 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas com a transferência de renda. O Banco Mundial aprovou um empréstimo de US$ 1 bilhão para ampliar o Bolsa Família. Segundo a instituição, 3 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas com a transferência de renda. O recursos liberados pela instituição integram o Projeto de Apoio à Renda para os Pobres Afetados pela Covid-19. No Brasil, mais de 5 milhões de pessoas já foram infectadas pela doença. Não há previsão para pagamento do 13º do Bolsa Família, diz Ministério da Economia
Ministério da Economia informa que não há previsão de pagamento de 13º para Bolsa Família
Antes da pandemia de coronavírus, cerca de 13 milhões de famílias estavam cadastradas no Bolsa Família, segundo o banco. Com a crise sanitária, muitos beneficiários do programa passaram a receber o Auxílio Emegencial, que deve será encerrado em dezembro.
«O projeto financiará a ampliação do programa, e expandirá a proteção para ao menos 1,2 milhão de famílias pobres que continuarão a precisar de apoio após o fim do Auxílio Emergencial», informou o Banco Mundial em nota. «As mulheres representam 90% dos beneficiários diretos. Essa ampliação beneficiará pelo menos 3 milhões de pessoas, entre elas 990.000 crianças e jovens e 7.000 indígenas», disse a instituição.
O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse que novas fontes de financiamento desse tipo têm sido analisadas pelo governo. «Está sendo analisado, não somente com o Bird, mas com outras agências multilaterais. E aqui é uma questão de custo e benefício. Uma fonte de financiamento disponibilizada ao menor custo pode ser utilizada pela União. As agências têm um limite de financiamento para cada país, sem detrimento de também ser provido para estados e municípios», afirmou.
O governo Jair Bolsonaro já indicou que pretende substituir o Bolsa Família pelo programa Renda Cidadã, que deverá ser apresentado depois da eleição municipal.
Renda Cidadã deve ficar para depois das eleições municipais
Veja as últimas notícias de economia

Fuentes BR

via G1 > Economia https://ift.tt/1rGZzrd

October 30, 2020 at 01:57PM

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *