29/05/2024

Brasil Argentina Portal de Integração

Ordem Progresso União e Liberdade

Argentina compra quatro aeronaves de patrulha marítima P-3 Orion da Noruega

3 minutos de lectura
O governo argentino finalizou as negociações para a compra de quatro aeronaves de patrulha marítima... O post Argentina compra quatro aeronaves de patrulha marítima P-3 Orion da Noruega apareceu primeiro em Poder Aéreo – Aviação, Forças Aéreas, Indústria Aeroespacial e de Defesa.

O governo argentino finalizou as negociações para a compra de quatro aeronaves de patrulha marítima P-3 Orion excedentes da Força Aérea Real Norueguesa, atendendo a uma exigência estabelecida em 2015 pela Marinha do país sul-americano.

O acordo foi alcançado em 31 de agosto, em Buenos Aires, durante uma reunião entre o ministro da Defesa, Jorge Taiana, e representantes da Agência Norueguesa de Materiais de Defesa.

Três das aeronaves P-3C estão equipadas para missões de vigilância marítima, antissubmarino e antissuperfície, e uma P-3N foi projetada para operações de busca e salvamento, de acordo com um comunicado do Ministério da Defesa argentino. O comunicado também observou que o negócio vale US$ 67 milhões.

A Argentina pretendia originalmente adquirir P-3Cs excedentes da Marinha dos EUA. No entanto, a aeronave americana teria exigido uma reforma que excedeu o financiamento do governo argentino, segundo fontes militares locais, que falaram ao Defense News sob condição de anonimato devido à sensibilidade do tema.

Autoridades argentinas e norueguesas iniciaram negociações sobre a compra das aeronaves no final de 2022. Em fevereiro de 2023, o chefe da Armada Argentina, almirante Julio Guardia, confirmou que negociações estavam em andamento com a Noruega para adquirir três ou quatro P-3 que o país nórdico consideraria excedente após substituí-los por aeronaves P-8 Poseidon. As negociações cobriram as condições financeiras da venda potencial e incluíram esforços para receber permissão do governo dos EUA para a transferência da aeronave fabricada pela Lockheed Martin.

Os dois primeiros aviões devem chegar à Argentina no início de outubro. Espera-se que os P-3 reforcem as capacidades do esquadrão de vigilância da Armada Argentina baseado na Base Aérea Naval Almirante Zar, perto de Trelew, ao longo da costa patagônica do sul da Argentina. Desde 1997, a unidade opera P-3Bs adquiridos da Marinha dos EUA, mas a necessidade de manutenção limitou seu uso.

Entre 2009 e 2016, antes de a Noruega decidir substituir os seus P-8, todos os P-3 do país passaram por obras de extensão e modernização. Isso incluiu a Lockheed Martin substituindo as asas e peças dos estabilizadores horizontais por componentes feitos de novas ligas mais resistentes à fadiga e à corrosão. Os sistemas de missão P-3C passaram por uma atualização com a integração da atualização da tecnologia do processador acústico AN/USQ-78B, computadores de missão da aeronave AN/ASQ-227 e sistemas táticos de suporte acústico móvel.

“Mesmo quando a aquisição de uma nova aeronave de vigilância marítima de longo alcance deveria ter ocorrido há vários anos, é um passo muito bom e importante para aumentar a vigilância, o controle e a proteção da extensa zona econômica exclusiva da Argentina”, disse Luis Piñeiro, um analista independente de defesa e segurança baseado em Buenos Aires, ao Defense News. “A pesca ilegal, que está causando perdas de 2,6 bilhões de dólares todos os anos a este país, será a partir de agora prevenida e combatida de forma mais eficaz com o apoio de aeronaves de patrulha marítima mais novas e mais capazes.”

FONTE: Defense News

O post Argentina compra quatro aeronaves de patrulha marítima P-3 Orion da Noruega apareceu primeiro em Poder Aéreo – Aviação, Forças Aéreas, Indústria Aeroespacial e de Defesa.
militar